» Comprar uma casa e renovar pode sair mais barato que alugar

renovar casa

Durante a recessão financeira que aflige toda a Europa, comprar uma propriedade na Grã-Bretanha pode ser uma grande oportunidade de investimento. Compradores estrangeiros, em particular os russos, já estão muito ativos nesse mercado. Pesquisas dizem que com a crise econômica, comprar propriedades na Grã-Bretanha é mais economicamente viável que alugar em 80% das cidades Britânicas. Até em Londres, onde as propriedades são as mais caras do país, comprar ainda é a opção com mais rentabilidade.

Se você já é dono de uma propriedade e pensa em renová-la, seja para acomodar a família que cresce ou para alugá-la para terceiros, é importante obter desenhos do projeto com designer, para depois, passar para o pedreiro que construirá a obra com a ajuda de um empreiteiro.

Sendo assim, algumas dicas são necessárias para ajudá-lo a fazer o máximo com o seu orçamento:

Comece do início
Primeiro, antes de consultar um pedreiro, procure um arquiteto que garanta que os espaços na sua propriedade possam fluir bem e você possa obter o máximo de resultados com o seu orçamento. Porque, se você buscar conselho de um empreiteiro, freqüentemente resulta em um novo espaço que é mais fácil para ele construir, e não alguma coisa que foi projetada especificamente para a sua necessidade ou para oferecer aquele “WOW” que muitas pessoas buscam para alcançar valor real do seu dinheiro.

Não é muito mais caro reformar ou construir uma extensão interessante e bem planejada do que é construir uma extensão mal projetada.

Segundo, é importante obter desenhos do projeto que irão ajudar o seu pedreiro a orçar corretamente e evitar custos desnecessários durante o projeto. Esses desenhos também garantirão que tudo foi pensado bem antes e ajudarão a evitar mudanças de projeto que poderiam encarecer a obra.

Lembre-se das suas obrigações legais
É importante saber se seu projeto de renovação ou extensão precisa de aprovação na prefeitura. Essa aprovação aqui se chama planning permission.

Você pode fazer certos tipos de mudanças na sua propriedade sem a necessidade de pedir planning permission. Estas mudanças são chamadas permitted development rights.

Para qualificar, o projeto deve seguir alguns princípios se a propriedade não estiver localizada em uma área de conservação arquitetônica (conservation area), ou se for listada como patrimônio histórico (listed building).
É uma boa idéia pedir aprovação na prefeitura para um permitted development, que é chamada de certificate of lawfulness.

Tanto a aplicação da planning permission quanto da certificate of lawfulness leva por volta de oito semanas para a prefeitura tomar uma decisão.

O seu projeto também deverá cumprir outras normas de construção como as Building Regulations (Regras de Construção), que também precisam de aprovação do Building Control (Controle de Construção) pela prefeitura ou por um inspetor aprovado pelo órgão de certificação. Pedir aprovação do Building Control é necessário para quase todos os trabalhos de renovação de uma propriedade para garantir que o projeto cumpra com todas as Building Regulations.

Essa aplicação envolve a apresentação de detalhes da construção, desenhos, especificações e cálculos estruturais.
O arquiteto pode detalhar os pormenores necessários do seu projeto – isto é indispensável, para que quando chegar à obra, em conjunto com o seu empreiteiro, não sobrem dúvidas sobre as decisões desenhadas.

Além de toda essa orientação e desenhos, o arquiteto também irá ajudá-lo a levar o projeto adiante através da planning permission e building regulations.

Escolhendo um pedreiro
Quanto mais detalhes houver em nível de desenhos e informações, mais controle você terá sobre o seu projeto, tanto em qualidade, quanto em orçamento. Assim, uma vez definido o projeto e tendo em mãos os desenhos do projeto é hora de contratar um pedreiro.

O desenvolvimento de um caderno de encargos (Scope of works) para a obra a ser feita pelo arquiteto pode ser outra medida para o controle do orçamento. Este documento lista todos os elementos do projeto para que os pedreiros, selecionados por você, possam dar um preço que pode ser comparado de uma maneira semelhante.

Para escolher um pedreiro você pode pedir recomendações para amigos e familiares e se possível, ir visitar as obras que eles construíram. Também não se esqueça de pedir referências de clientes que já usaram os serviços dos pedreiros, para que você possa entrar em contato com eles. Antes de tomar quaisquer decisões sobre qual pedreiro escolher, procure pegar três orçamentos de profissionais diferentes.

Uma vez escolhido o pedreiro, tenha em mãos um acordo escrito, expondo o preço combinado, o trabalho a ser feito e as datas de início e término da obra. Você também pode pedir ajuda ao seu arquiteto na escolha do empreiteiro e o arquiteto pode adquirir um contrato projetado para essa função. Esse documento chamado JCT contract é um documento aprovado pelo RIBA (Royal Institute of British Architects) que é um acordo a ser assinado entre o cliente e o pedreiro, e que pode ser supervisionado pelo arquiteto.

Se você é dono de uma propriedade na Grã-Bretanha e pretende renová-la, estendê-la ou reconfigurar o espaço interno para depois alugá-la, vendê-la ou morar melhor, o mais importante é planejar bem, sem cortar caminhos e omitir etapas importantes para o sucesso do seu empreendimento.

 

Print  Texto escrito por Andrea Carvalho, arquiteta brasileira, co-fundadora e diretora da Xobo Design junto com o arquiteto canadense, Stephan Silver. Xobo Design é um estúdio de arquitetura e design de interiores com bases em Londres e Brighton.

andrea@xobodesign.com
Twitter: @xobodesign
Facebook: Xobo
020 8248 1832 | 07738 755 954